terça-feira, 22 de abril de 2008

Tremor que causa Temor

Antes, coisas que só aconteciam com os outros, só se via pela TV. Hoje, ninguém mais está livre das reações da natureza contra os maus tratos do homem.

Há pouco mais de 1 hora, estava eu, sentada em minha cama, lendo um livro. Senti minha cama tremer. Não foi um tremor qualquer, desses que acontecem quando alguém esbarra, balança ou bate. Foi um tremor contínuo, parou por um momento e tremeu novamente. Desviada minha atenção do livro, pensei em muitas possibilidades: alguém batendo na parede; alguém no apartamento de baixo batendo no teto; algo da minha imaginação; algo sobrenatural, espíritos e afins.

Continuei a ler o livro. Então, resolvi entrar na internet, msn. Um de meus contatos do msn, havia escrito na mensagem pessoal: "Tremor em São Paulo mas eu nem senti rsrs".
Foi aí então que caiu a ficha. Realmente se tratava de um terremoto. Na hora, abri o site da Globo, e ali estava a notícia.

O tremor atingiu os Estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais e Rio de Janeiro.
De acordo com o site de monitoramento de terremotos dos Estados Unidos, o US Geological Survey, um terremoto de 5.2 graus na escala Richter foi detectado na costa brasileira, a 215 quilômetros de São Vicente, litoral sul de São Paulo.

Milhares de pessoas entraram em contato com Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Imprensa, para relatar momentos e sensações na hora do tremor. As linhas ficaram congestionadas.

Possivelmente a rachadura na parede do Hospital Estadual da Vila Alpina, zona leste, foi provocada pelo terremoto. A rachadura surgiu com cerca de um metro, na área administrativa do pronto-socorro.

Outros tremores já haviam acontecido no Brasil. Ano passado o fenômeno foi reflexo de um terremoto no Chile. Em 2007 também, foi registrada a primeira morte causada pelos tremores de terra, em Minas Gerais, 4.9 graus na escala Richter.

Nessa contínua desbravação, sem limites e respeito com a natureza, já era previsível uma resposta à altura. Será que as profecias descritas na Bíblia estão realmente acontecendo? Será que caminhamos rumo ao fim do mundo?

Mundo onde gente mata gente, pais e filhos já não conhecem o sentido da palavra amor. Realmente a preocupação tomou conta de meus pensamentos. Até quando conseguiremos deitar a cabeça no travesseiro e dormir tranqüilos, sem sentirmos culpa?

3 comentários:

Juliana Petroni disse...

Oi te achei através do Marcos Forte, e adorei seus textos. Sobre o terremoto?!? somente assim para a imprensa mudar a pauta Isabella... Com tanto sensacinalismo fica difícil levar as coisas a sério nesse país, rs. Sem infra-estrutura alguma,isso sim me dá medo...
Bjo

Juliana Petroni disse...

Claro!!! assim podemos compartilhar idéias, ótimo.
Um bjão

Aline disse...

pois eh...a coitada da isabella msm ainda não consegiu descansar...e isso ainda vai levar tnt tmpo...

eu to fazendo um trabalho no curso...construindo e projetando uma cidade pra daqui a 20 anos...tudo o q me vem a cabeça para o futuro são destruições, poluição e falta de água potável...pq será, né?!

beeeejoo =**
o blog tah mto massaaa!!